16 Mai, 2018

Inculta e – acima de tudo – bela

16 Mai, 2018

Na condição de intérpretes e tradutores, nós (a turma da VOX) gostamos muito de estudar e conhecer todos os meandros das línguas estrangeiras. Mas o primeiro amor de qualquer pessoa apaixonada por idiomas é o nosso português. Não importa o que se diga sobre ele – o subjuntivo dos verbos “ver” e “vir” é um inferno, a norma culta é cheia de regras e exceções ilógicas, a grafia de “obsessão” e “obsceno” e “exceção” é uma eterna pegadinha… O fato é que falamos uma língua linda e mundialmente conhecida como musical.

Esse profundo interesse pelo português nos leva a recomendar a série de reportagens especiais “O Tamanho da Língua”, publicada recentemente pela Folha de São Paulo. Em diversas matérias, o jornal conta a história do surgimento do nosso idioma – resultado, entre outras coisas, do domínio do Império Romano na região da Península Ibérica –, mostra os diferentes “portugueses” falados no Brasil, em Portugal e nos países africanos, revela a influência dos índios no inconfundível sotaque paulista do “interiorrrrr” e muitas outras curiosidades fascinantes.

Confira os textos aqui (infelizmente, restritos a assinantes da Folha de São Paulo ou do UOL): https://goo.gl/buoFmz

«
»